Pesquisar

13 de set de 2008

Os impressionantes aviões porta-aviões!

Felixtowe, o primeiro avião porta-avião.
A necessidade de aviões carregar aviões começou já em 1916, quando nascia o hidroavião biplano inglês Felixtowe PorteBaby capaz de carregar o pequeno avião monomotor Bristol Scout na sua asa superior.

TB-3, o avião porta-aviões mais “guloso”.
O avião portaviões mais “forçudo” da história da aviação foi o soviético TB-3, que apareceu em 1934 carregando 5 aviões! Dois Polikarpov I-5, dois I-16 e um Grigorovich I-Z.

Tom Tom, O B-29 que acoplava um jato em cada ponta de asa.
Um dos experimentos mais interessantes foi a tentativa de aumentar a autonomia dos primeiros jatos. Foi desenvolvido um curioso sistema de acoplamento na ponta das asas do Bombardeiro B-29, na configuração Nave mãe e dois aviões “filhos”, no caso, dois F-87D. O projeto acabou de maneira explosiva, quando foi testado um sistema de acoplamento automático. Algo acabou dando errado na parafernália eletrônica, fazendo com que as aeronaves batessem contra as asas do Bombardeiro. Todos os tripulantes das três aeronaves morreram, enterrando definitivamente o programa MX106.
O extinto Ônibus Espacial Soviético Buran, sendo carregado pelo maior avião do mundo.
Um usuário mandou uma foto do maior avião do mundo, Antonov AN225 Mriya carregando o extinto ônibus espacial Soviético Shuttle Buran.Assim como o congênere Ônibus Espacial Americano, o transporte do Buran por avião não era para o lançamento ao espaço e sim para o seu transporte em terra.
No raro video abaixo, vemos a decolagem, o vôo e o pouso do maior avião do mundo Antonov AN225 Mriya carregando o Ônibus Espacial Buran.


Jumbo carrega o ônibus espacial.
Quando o Space Shuttle Atlantis da NASA não encontra condições meteorológicas para aterrissar no aeroporto Kennedy do Centro Espacial na Flórida, o pouso é desviado para a costa oeste dos EUA, a base militar Edwards, Califórnia. Então, um “Jumbo” Boeing 747 modificado levanta vôo para trazer o Shuttle de volta ao ninho.




SpaceShipOne é carregado ao espaço pelo “Cavaleiro Branco”.
O Cavaleiro Branco leva a nave SpaceShipOne até a altitude de 15.000 metros, quando então ela é liberada e plana por cerca de 10 segundos, dando tempo ao Cavaleiro Branco se afastar, aí a nave aciona seus foguetes em direção ao espaço exterior.

O avião porta-avião Cavaleiro Branco é tem um dos desenhos mais estranhos da aviação.


Link Relacionado:
Zveno, o Avião-Mãe mais bizarro do mundo!

3 comentários:

  1. http://coppermine.luchtzak.be/albums/userpics/10237/normal_Antonov-AN225.15.jpg

    ResponderExcluir
  2. um dos onibus espaciais russos esta no parque gorki onde virou uma lancheria.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns para a Russia e seus ótimos espiões! :)

    ResponderExcluir