Pesquisar

3 de ago de 2009

Darwin e as “terras” mais remotas do Brasil.

Diário de Darwin1 Comentado- parte 7
Um lugar sem sombra e ameaçado por terremotos e alagamentos por vagas gigantes! Em 1832, quando o Beagle aportou nesses rochedos em meio ao oceano Atlântico eles eram terra-de-ninguém, mas desde 1995 passaram a ser o território mais distante do Brasil e já foram palco de um resgate fantástico...

Neste pequeno arquipélago, cuja maior ilha tem o tamanho de um campo de futebol, atualmente se revezam equipes de quatro pesquisadores que permanecem por quinze dias. Este ambiente inóspito requer uma treinamento específico e exigente, mas para os pesquisadores que amam o mar esta é uma experiência única.

Darwin referiu-se a este local como Rochedos de São Paulo, mas tratam-se de cinco ilhotas, que compõem um arquipélago de pequenas ilhas rochosas, situado na parte central do Oceano Atlântico Equatorial, distando 870 quilômetros do Arquipélago de Fernando de Noronha e 1010 quilômetros de Natal. Foi declarado como parte do território brasileiro, pertencente ao estado de Pernambuco (Wikipédia e Netsaber Curiosidades).

Atualmente, estão sendo desenvolvidos mais de 20 projetos de pesquisa na estação científica, mas houve em 2006 uma forte ressaca que ameaçou a vida de alguns pesquisadores. Os detalhes desta aventura foram publicados porMartha San Juan na Revista Horizonte Geográfico.

Ondas encobrem o arquipélago (Revista Horizonte Geográfico)

Para conhecer este local através dos olhos de Darwin leia o texto no Teliga.net

Por: Gladis Franck da Cunha.

Referência:
[1] – Texto usado para as citações: Darwin, C., Viagem de um Naturalista ao Redor do Mundo - Vol.1, Nova edição, 1871. Abril Cultural. Companhia Brasil Editora, São Paulo, s/d.

Partes anteriores: *1* *2* *3* *4* *5* *6*

Próxima parte: *8*

3 comentários:

  1. Que paraíso né? Ainda bem que os caras não podem detonar com esse lugar maravilhoso, senão já o teriam feito!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. a escala do mapa ta errada... se for essa estaria maior q fernando de noronha... onde está 80km deve ser 0.80km

    ResponderExcluir
  3. Francisco,
    De mapas entendo pouco e não consigo ver o que consegues. Infelizmente, não há muitos mapas do arquipélago com as mesmas referências para comparar com essa imagem ou substituir a atual. Ela é muito boa para dar uma noção geral do conjunto dos rochedos.
    Tua contribuição ajuda a "visualizarmos" que esse é um arquipélago minúsculo, mas, mesmo assim, ampliou o território brasileiro graças a sua plataforma continental.

    ResponderExcluir