Pesquisar

28 de ago de 2009

Quando o olhar determina o olho!

Bicho preguiça por Ponto de Encontro

Ao analisar a estrutura da retina de duas espécies de bicho preguiça, pesquisadores da Universidade Federal de Pernambuco, observaram, numa das espécies, um arranjo celular muito incomum. A pesquisa reforça a ideia de que há uma adaptação evolutiva da retina em função das necessidades ecológicas das espécies.

Estes animais apresentam um elevado nível de especialização, adaptado a uma vida essencialmente arborícola. O padrão incomum de organização sugere que, dependendo da forma como as preguiças se posicionam, deslocam-se e, consequentemente, focalizam o olhar, variam a estrutura da sua retina. Indicando que o olhar determina o olho.

Nota mental:
Talvez a especiação do olho em prol da funcionalidade explique a estreiteza do Olhar Masculino, uma vez que o bicho homem quando observa as fêmeas da espécie, tem a tendência de se ocupar com os detalhes do campo central de visão e abstrair os elementos periféricos. Seria uma razão pela qual a visão periférica masculina é extremamente pobre, enquanto as mulheres conseguem com desenvoltura enxergar coisas num campo de quase 180 graus?

Por: Gladis Franck da Cunha.


Referência:

COSTA, Belmira L.S.A. et al. Estudo da preguiça mostra como o olhar determina o olho. Ciência Hoje, São Paulo, v. 7, n. 39, p. 8-9, 1988.

Um comentário:

  1. Sobre a nota mental;
    Será mesmo verdade que a mente é sempre enganada pelo coração?
    É um pensamento tipicamente masculino?
    Será isto a estreiteza do olhar masculino?
    Para as mulheres não é assim; acreditam que a verdade reside precisamente no que sentem.
    Quando se envolvem emocionalmente, o sentimento reforça o sentido da razão.
    Ou seja, na mente feminina o amor e a razão são aliados e quase nunca adversários.
    No entanto, este raciocínio já não é válido para os homens.
    Eles ouvem a razão e o coração como duas vozes antagónicas e muitas vezes inimigas.
    Como se explica então que existe gente que vive numa prisão imaginária, são prisioneiros das suas próprias mentes?
    Ou serão presos pelas limitações impostas a si mesmos?

    ResponderExcluir