Pesquisar

25 de ago de 2009

Top 10 virtudes que o Ricardão esbanja, e que você jamais terá.

Os casais tendem a entrar em monotonia crescente, à medida que os anos avançam e aí começa a pairar o espectro do Ricardão sobre a testa dos maridos. Conheça os hábitos deste personagem fabuloso que faz pela sua mulher tudo o que você fazia até os seus 24 anos.

1- Tem tempo.
Você trabalha o dia inteiro e quando chega em casa destroçado, quer apenas um banho, um jantar, vestir aquelas confortáveis chineletas e se jogar na frente da TV. Nos fins de semana você está tão podre, que a sua única disposição é hibernar como um urso.

Ricardão: tem todo o tempo do mundo e, principalmente, ele dispõe daquele tempo que você perde enquanto trabalha de sol a sol.

2- Disponibilidade.
Você se tornou cada vez menos disponível para jantares, festas, reuniões dançantes e, muito menos, para esticar noitadas em casa entre champanhe risos e chamegos.

Ricardão: ele sempre está livre full time. Ele é o tipo do cara que topa tudo por nada. Você deve estar se perguntando: será que este cara nunca trabalha? Retroceda aos seus 24 anos e vai encontrar a resposta – ao tempo em que você ainda não tinha submergido na neura de amealhar patrimônio.

3- Dá carinho.
Neste quesito a sua desvantagem é astronômica. A mulher se ressente muito quando não é acariciada e não adianta você distribuir homeopaticamente beijos eventuais e maquinais, dados enquanto você olha de esguelha o jornal.

Ricardão: ele é tão rei dos carinhos, que parece ter uma energia infinita para dá-los. Com paixão e entrega total, ele vibra com a textura macia da pele da sua mulher e provoca estremecimentos em cada feixe de músculos do seu corpo. Dizem que um instrumento definha quando não é tocado e, neste quesito, você deveria dar graças a Deus por haver um Ricardão na sua vida: um cara por perto tão dedicado à causa que você perdeu.

4- Libido arrebatadora.
Se você conseguiu ler até aqui, prepare-se para cair fulminado em território inimigo. Em face dos seus problemas no trabalho, das crises financeira e da idade, em que pé está o seu fogo sexual? A paixão alimenta o casamento mais do que você imagina, Se você pensava que bastava prover conforto para a casa e cuidar bem dos filhos...

Ricardão: uma coisa que não se pode esperar dele é que cuide bem dos SEUS filhos, mas quanto ao resto... saiba que ele faz o tipo amante latino, capaz de passar noites em claro ardendo em fogo abrasador e inesgotável. Talvez ele tenha esta performance invejável porque são tão poucas noites por mês que você viaja a São Paulo...

5- Corpo sarado.
Há quanto tempo você se converteu no mais perfeito sedentário? Sua barriguinha de chope está sendo perdida para fora das calças, o seu cabelo ralentou, suas pernas afinaram e você ficou com cara de Banana de Pijama.

Ricardão: como em todos os outros quesitos, ele tem todo o tempo do mundo para cuidar da aparência e da saúde. Possui barriga de tanquinho, corpo sarado, corre todos os dias, frequenta a academia, tem fôlego de lince e, para completar, custa a acreditar que ele tenha um Porsche conversível! Não, não cogitemos isto, porque senão, a concorrência que já era desleal, seria um desastre!

6- Capacidade de elogiar.
As mulheres tem um enorme dom para detectar a qualidade dos elogios. Assim, elas distinguem perfeitamente os elogios de coração dos de boca para fora. Infelizmente, depois de anos de convivência e desgastes na relação, suas tentativas de elogios soam tão falsas quanto patéticas. Admita que a sua maior gana seja apontar, digamos... determinados detalhes sórdidos da vossa intimidade, o que só piora as coisas.

Ricardão: ele conhece profundamente a dependência que as mulheres tem aos elogios e a usa para apertar os botões certos nas horas certas, em suma, ele obtêm tudo o que deseja, o melhor da sua mulher.

7- Sinceridade.
A sinceridade excessiva é diretamente proporcional ao tempo de casamento e, portanto, é uma das principais ruínas dos matrimônios. Tudo o que as mulheres querem são “mentiras sinceras”, conforme canta a poesia de Cazuza na música “Maior Abandonado”. No entato, os maridos preferem ser sinceros e ferinos como Gilette na carne.

Ricardão: sinceridade é a única virtude que te sobeja e falta ao Ricardão. Porém, ele nunca mente para a mulher (a sua mulher), ao contrário, ele revela verdades convenientes e oculta preciosismos degradantes, ou seja, ele omite tudo o que você adora vomitar nas intermináveis brigas de casal.

8- Personalidade 100% lúdica.
Para você que é 100% trabalho, compromissos, cursos, agenda, escritório, viagens, problemas e “Make Money”, fica difícil acreditar na existência de seres Elíseos.

Ricardão: é um ser lúdico integralmente devotado às trocas prazerosas. Nenhum marido é páreo para ele, já que não acumula desgastes na relação, não tem compromissos com filhos, prestações, condomínio, planos de saúde, aposentadoria, família, etc. Ou seja, este personagem mitológico encarna a melhor parte dos maridos e magicamente consegue fazer a sua esposa voltar ao tempo dos acampamentos.

9- Compromisso.
Quando você pára para pensar, descobre que ao longo dos anos os laços de amor e paixão vão sendo paulatinamente substituídos por compromissos mais característicos de empresas, do que de seres que se amam.

Ricardão: então, entra em cena um sujeito glamoroso e cheio de vontade de suprir as suas falhas. Assim, enquanto você se compromete com o arrimo do lar e a educação dos filhos, toca ao Ricardão se comprometer, única e exclusivamente, com o bem estar da sua mulher.

10- Religiosidade.
Se você é ateu, ou está negligenciando os seus deveres eclesiásticos, então se cuide com o Ricardão Gospel.

Ricardão: é possível faturar a mulher do próximo seguindo um preceito bíblico do Livro do Profeta Oséias, Capítulo 3? Para o pastor do vídeo abaixo sim, que alega ter levado ao pé da letra a seguinte mensagem “Vai outra vez, ama uma mulher, amada de seu amigo, e adúltera, como o senhor ama os filhos de Israel, embora eles olhem para outros deuses, e amem os bolos de uvas.”
O vídeo esclarece que este Ricardão, para justificar a sua luxúria consumada entre orações, cometeu um pequeno equívoco na leitura de um acento.

Via [InovaVox]

Como fazer frente a este mar-de-rosas que inunda a existência da sua cara-metade, quando ela cai nas graças do Ricardão? Certamente depois do leite derramado não há solução. Então, resta aos maridos tomar atitudes profiláticas que evitem as situações-limite, encarnando eles mesmos o Ricardão na vida da sua companheira! Redescubra a mulher ao seu lado e não a veja apenas como sócio da empresa que vocês são obrigados a manter.

Links relacionados:
Coisas que os homens falam às mulheres e odeiam dizer às esposas [Blogpaedia]
Causas da infidelidade feminina e a gênese do corno manso [Blogpaedia]

19 comentários:

  1. Mulheres são boas porém complicadas...

    ResponderExcluir
  2. Não estou tirando a culpa do homem, mas se a relação esfriou a culpa é dos dois. Ficar só no arroz e feijão do casamento ou mesmo no namoro vai acabar nisso mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Ricardão = chuck norris = fato. rsrs

    ResponderExcluir
  4. uma coisa que o marido tem que o ricardao nao tem
    uma mulher bem vagabundae atoa que ao invés de resolver os problemas com o parceiro faz um "bypass" e continua vivendo a merda em troca de um sustento

    ResponderExcluir
  5. Tudo isso é a mais pura verdade. E seu libido só aumenta porque nao tem que ficar a vida inteira com uma mulher só, por isso consegue cativar tanto uma mulher. Porque por um tempo ele tambem é cativado, cansou é só trocar, digo isso por experiencia propria.... E o coitado do corno fica com tudo o que é ruim, ainda bem que nao penso mais como antes.

    ResponderExcluir
  6. Porra, ninguem merece Ricardao religioso.

    ResponderExcluir
  7. Ricardão gospel será aquele que está sempre pronto para dar um "descarrego" na mulher do próximo?

    É triste mas é verdade..rsrs. O Ricardão é tudo o que já fomos ou na maioria dos casos gostaríamos de ter sido. Lá pelo anos 80 eu tive um amigo Ricardão no cursinho (graças à Deus eu não era casado nesta época..kkkk) e o cara dormia até as 10h, malhava prá caramba, era surfista e só andava nos panos de marca. Detalhe: com 23 anos o cara não trabalhava e vivia bem prá caramba, sustendado pela mulherada dos executivos as quais ele dava um fino trato. Ele falava exatamente o que este texto abordou.
    Mas se pintar um Ricardão na sua vida ao menos torça para que ele mantenha a geladeira sempre cheia. O prejuízo será menor.

    ResponderExcluir
  8. Só resta saber a "vida útil" do Ricardão, antes que um cornudo lhe enfie uma azeitona na testa!

    ResponderExcluir
  9. Sou portugues... E na minha escola sou conhecido como o Ricardao... E exactamente por esse motivo.. quando era caloiro.. n sei como voçes chamam... novato na universidade.. Comi mulher com força... ai fiquei o Ricardao pros meus amigos... hoje fiz aqui uma pesquisa na net e lembrei-me de colocar Ricadao... e so vejo é que o Ricardao fode tudo.. :) Hoje em dia tenho 24.. ja nao ligo pra universitaria... Agora sou como o Ricardao como a tua mulher e a tua mãe... :) Afina quem é mesmo o Ricardao?? Até ha uma musica assim no youtube..

    ResponderExcluir
  10. Caramba, uma verdadeiro manual para não ser vítima do Ricardão, eim. Postarei essa semana algo sobre o assunto. Já está programado e linkei esse seu post lá. Vamos ver se ficará legal. Abraço, meu caro.

    P.s.: veja que seu post estava bem rankeado no Google, eim...rs.

    ResponderExcluir
  11. Bauru,
    é um prazer contar com os seus dons semânticos, estou esperando ansioso a sua glosa.
    O Google tem nos tratado bem, não podemos nos queixar.

    ResponderExcluir
  12. Ricardão é uma fraude.

    Olho em volta e assisto a um fenómeno recorrente: pessoas solteiras ou divorciadas ‘encaixam’ com a primeira pessoa que aparece, desde que esta se mostre disponível para se dedicar a elas.
    É uma espécie de jogo das cadeiras, a ver quem é que se aguenta mais tempo sem ficar de fora.
    Não ter alguém acaba por funcionar como uma espécie de estigma de solidão e de abandono, qual carta transviada de um baralho extinto.
    Com o tempo, quase se assemelha a uma doença crónica.
    Finalmente, quando alguém aparece, amigos e família rejubilam porque ter alguém representa uma conquista, uma vitória, um troféu que se exibe em reuniões familiares e eventos sociais. É claro que é óptimo ter alguém, mas não por estes motivos.
    Certamente não haverá nada melhor do que acordar todos os dias de manhã, olhar para quem ainda dorme na almofada ao lado e sentir aquele conforto de sabermos que amamos alguém que também nos ama.
    Quando chega o fim do dia, depois do trabalho, do trânsito, dos imprevistos e de todas os pequenos nadas que nos carregam a existência, é bom que o nosso alguém que também teve um dia cheio de pequenos dramas quotidianos e que, no regresso a casa, tem tanta vontade de descansar da vida lá fora como nós.
    Mas isso só é mesmo bom se quem estiver ao nosso lado não for uma solução de recurso.
    É preciso que esse alguém seja quase tudo na nossa vida e não apenas uma presença passageira que nos distrai mas não nos alimenta, como uma comédia romântica.
    É preciso que o conforto e o prazer se misturem nas doses certas: só prazer, cansa. Só conforto, entedia.
    Quem escolhe por defeito, por medo da solidão, por pensar que não merece melhor, porque não quer sentir-se a tal carta do baralho extinto, mais cedo ou mais tarde, será obrigado a enfrentar os seus próprios fantasmas.
    Uma paz conformada não resiste muito tempo ao desafio de uma nova guerra.
    Para quem não sabe estar só, o melhor é ir aprendendo. Mais vale só do que acompanhado por um alguém qualquer que tanto podia estar ao nosso lado como ao lado de outro alguém.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo plenamente contigo. Pena que isso seja algo que poucos pessoas entendam hoje. Elas acham melhor ficar trocando, só para não ficarem sozinhas. E isso é exatemten pelo que vc falou, para mostrar aos outros.

      Excluir
  13. Muito bom o post, tem tudo a ver...

    ResponderExcluir
  14. Gosto de seus post's!

    Haja criatividade para versar sobre tantos temas, rs.

    Dou sempre uma conferida quando os vejo no "face". Não comento sempre porque, às vezes, alguém já se manifestou, explicitando, mais ou menos o que penso sobre o assunto.

    Por exemplo: "uma coisa que o marido tem que o ricardão não tem uma mulher bem vagabunda e à toa que ao invés de resolver os problemas com o parceiro faz um "bypass" e continua vivendo a merda em troca de um sustento".
    Esse é o caso. Não exatamente com essas palavras, rs.
    bjs,
    lu.

    ResponderExcluir
  15. Luciene Felix,
    ótima citação deste comentário, que é sem dúvida uma das pérolas postadas aqui.

    ResponderExcluir
  16. ser um ricardão é mais facil do que parece... basta ter uma mentalidade e ter iniciativa, digo por experiencia própia. o problema ta em manter essa postura por mais de um ano, justamente quando a sua fama de "ricardão" está subindo

    ResponderExcluir
  17. A questão é achar a mulher certa, o que é quase impossível.

    Aquela que já saiba de antemão, o que vai se tornar o casamento em alguns anos.

    ResponderExcluir