Pesquisar

7 de nov de 2008

Como perder tempo na Internet em 6 lições?

A rede internacional de computadores tem a maior biblioteca do mundo, assim como o maior acervo de fotografias, vídeos, etc. Mas, paralelamente às boas coisas, ela é a maior fonte de distrações já inventada e grande responsável por grandes perdas de produtividade nas empresas.

Quando se sabe que até os profissionais que usam a Internet acessoriamente sofrem sérios prejuízos, o que dizer sobre outros que trabalham 100% com a ela? Infelizmente, a rede é minada de motivos distrativos.

Os produtores de conteúdo de Internet devem se vacinar contra alguns hábitos aparentemente inocentes, mas que no final do dia, se revelam danosos para a obtenção do pão de cada dia.
O blogueiro ansia aumentar a sua produtividade deve ter traçado o perfil das fontes de retorno do seu blog. Há aquelas que valem a pena, enquanto outras nunca desabrocham. O trabalho de cadastramento de links é o mesmo, tanto para os sites que trazem milhares de visitas por dia, quanto aqueles que redundam paras visitas por mês.

Pressupondo-se que cada blogueiro saiba exatamente onde lhe doem os calos, ou seja, saiba exatamente as origens de visitação mais significativas mostradas nos relatórios do Google Analytics, vejamos alguns dos grandes buracos negros de perda de tempo.

1- A praga dos Messengers - MSN, Gtalk, Skype.
Vai ser difícil encontrar um buraco negro devorador de tempo maior do que os Messengers. Não costumo usar nenhum deles, pois quando tentei, fui alugado por um contato que me arrancou uma hora de teclagem inútil. Mesmo que você perca somente alguns minutos com cada contato, ao final do dia a perda de tempo vai ser dramática.

2- A dispersão de tempo nas Redes Sociais - Orkut, Myspace, FaceBook e Fóruns.
A grande onda da Web 2.0 é que tudo está se transformando em rede social. Você acaba se obrigando a se cadastrar, acompanhar, participar, disparar scraps e ler fóruns. Cada rede social que você se cadastra, lhe exige um tempo precioso, lendo, respondendo, visitando, enfim, gerando um conteúdo que vai faltar no seu blog.

3- O vício do microbloging – Twitter.
A menos que os seus retornos do Twitter estejam valendo a pena, passar o dia dando “tuitadas” pode estar roubando um tempo enorme que você poderia estar se dedicando a produzir o seu próprio conteúdo. Mesmo que as intervenções no Twitter tenham a leveza de vôo de pássaro, cada linha escrita no site e a leitura dos twitters dos amigos, vão aumentar o déficit de tempo na produção do seu próprio conteúdo.

4- Comentários em blogs irrelevantes.
O risco de fazer qualquer coisa para ganhar backlinks também pode representar uma grande perda de tempo. Seja mais criterioso no tipo de blog a comentar, pois caso você esteja abrindo demais o leque das suas intervenções, além da óbvia perda de tempo, a qualidade dos backlinks não será de grande utilidade para o aumento do seu Page Rank no Google. Lembre-se que Googlebot não vê com maus olhos grandes dispersões de links.

5- Diggs de baixo retorno.
O número de sindicalizadores de links aumenta a cada dia. Cada um deles exige dedicação, portanto tempo, que é o bem precioso de que estamos falando. Invista naqueles lhe trazem mais retorno, pois o tempo que você despende é igual com cada um deles, é o mesmo.

6- O Navegar sem noção.
Há muitas outras formas de se perder tempo com a Internet, já que a rede, com todas as suas miríades de atrações, é o buraco negro perfeito para enterrar resto de tempo das nossas vidas. Dispersar horas navegando em sites que não têm a ver com o foco da nossa pauta é a maneira mais fácil de cair em abismos criativos.

8 comentários:

  1. Bom texto, mas concordemos que a maioria das pessoas usa o messenger pra passar o tempo. Isso nem chega a ser novidade. :-)

    Sites como yahoo respostas, meiobit, orkut estão lotados de pessoas que não tem o que fazer. É só avaliar os comentários. Poucos acrescentam alguma coisa - não ajudam em nada.
    Inclusive eu estou aqui digitando porque não estou com nada pra fazer.

    Então resumindo, muito do que é oferecido pela internet, é pura diversão.
    Há alguns anos eu ia fazer vestibular e queria que alguém aqui me ajudasse. Resultado: era a coisa mais difícil arranjar alguém. No máximo existem listas de discussão, mas eles só mandavam eu ler livro. Acontece que livros nem sempre ajudam, especialmente em matemática e física.
    Não é porque alguém é auto-didata que os outros têm que ser.

    ResponderExcluir
  2. Eu sou uma pessoa que não tem foco na navegação, e estou vendo esse site, pq um link me indicou.
    =)

    ResponderExcluir
  3. Eu parei de vez, no msn nao quero mais amigos virtuais, quem nao me fornece o cep de casa pra eu adicionar no google mapas ou me adiciona no seu google mapas nao me interesse, excluo mesmo,

    Nao tenho tempo a peder, a vida é curto, prefiro mil vezes experiencias reais

    ResponderExcluir
  4. Mais um que perdeu tempo lendo isso. viva a internet :D

    ResponderExcluir
  5. Vc perdeu tempo escrevendo este " POST", eu perdi tempo lendo e vc perdeu mais tempo lendo o meu comentario, ou seja, a internet foi feita pra perder tempo, porque ja sou produtivo na empresa, que geralmente trabalho das 7 as 20 todos os dias, entao relaxa e aproveita pra perder tempo!!!!

    ResponderExcluir
  6. "Nao tenho tempo a peder, a vida é curto, prefiro mil vezes experiencias reais"

    Quer dizer, aqui todo mundo é de mentira, né?

    Viva a imprensa burra que adotou erradamente a palavra virtual.

    ResponderExcluir
  7. Colega, primeiro nao foi a imprensa que adotou o termo "Virtual", segundo virtual nao quer dizer que seja de mentira, afinal de contas vc vive neh? Eu considero sua afirmacao, pois nem todo mundo eh obrigado a entender de computadores.

    ResponderExcluir