Pesquisar

24 de nov de 2008

13 maneiras para você aumentar a sua improdutividade corporativa!

Em média 1/3 do tempo gasto na Internet nos ambientes corporativos, nada tem a ver com o trabalho. Devido à devastadora ação improdutiva dos funcionários, as empresas americanas perdem por ano 85 bilhões de dólares, que são gastos entre o tempo perdido propriamente dito, as chamadas ao suporte técnico, aos prejuízos causados pelas invasões de hackers, infecções de códigos maliciosos e às horas perdidas de máquinas paradas.
Para você que quer correr o risco de ser demitido antes do fim do mundo, elaborei uma cartilha que vão te fazer ir para o olho da rua muito antes do cumprimento das centúrias nostradâmicas.

1- Use o MSN de maneira irracional.
Muitas empresas usam o MSN para fins corporativos, contatos com clientes, assistência técnica, vendas, etc. Se a sua empresa tem este perfil, aproveite para enfiar na lista corporativa de contatos toda a sua penca de contatos pessoais e fique tramelando com eles o dia inteiro. Só não esqueça de atender algum cliente corporativo chato que esteja precisando urgentemente de atendimento. Enquanto isto, aproveite para ler aqui sobre os estragos que os funcionários improdutivos causam nas empresas.

2- Acesse o YouTube insanamente.
Quem disse que o YouTube diminui a produtividade? Todos, menos a InfoAbril que afirma ser o YouTube uma ferramenta de trabalho importantíssima e que, ao contrário, reduz a produtividade quando é restrito o seu acesso.

Você, aproveitando polêmicas na área de TI, faça dos limões uma limonada, usando e abusando do YouTube. Como o mundo capitalista optou por confiná-lo 9 horas numa sala de escritório, mesmo sabendo que um ser humano não consegue produzir mais do que 4 horas, vingue-se dele navegando nos zilhões de vídeos engraçados que mostram funcionários destruindo o escritório, em crises de Burnout.

3- Consulte o seu Orkut compulsivamente.
Como o Orkut não acabou no dia 17 de Outubro de 2008 e o mundo também não se desmantelou na onda do Tsunami, resta seguir enchendo linguiça no tempo do escritório. O Orkut é a rede social que mais caiu no gosto do brasileiro, tendo sido portanto completamente invadido por brazucas. Motivados talvez pela compulsão do pessoal das tchurmas em trocar scraps o dia inteiro, os departamentos de TI (tecnologia & informática) das empresas estão impulsivamente cortando o acesso ao Orkut. Mas, nem tudo está perdido, há maneiras de burlar as barreiras que os NERDS da TI interpõem entre você e a sua rede pessoal preferida.

4- Faça uso generoso do seu email pessoal em ambiente de trabalho.
Segundo o site MailOnline, os empregados gastam em média 4 horas diárias na Inglaterra, lendo e respondendo emails pessoais.

5- Uso megalômico do Twitter.
O Twitter serve para você registrar o que está fazendo no exato momento. Dependendo de quantos contatos você está seguindo e de quantos estão te seguindo, a coisa pode virar uma bola de neve em ambiente corporativo ao ponto de praticamente sugar toda a sua produtividade.

6- Caso a sua empresa bloqueie sites “for fun” via proxy, burle-o praticando o tunelamento através de proxies falsos.
Uma das perguntas mais frequentes na Internet é: Como desbloqueio o Orkut, MSN, sites pornô, etc.? A Internet dissemina muitas técnicas e uma delas é entrar nos sites proibidos através de proxies. Mas, cuidado, somente use alguma delas se você realmente está afim de acabar com sua produtividade... e o seu emprego. Isto porque você estará fazendo uma ação de alto risco:
a- os proxies exigem que você entregue seu login e senha do serviço que quer acessar – então você não terá mais segurança sobre futuros usos maliciosos do serviço;
b- no momento em que você conseguir burlar o Firewall da sua empresa, outras coisas poderão ser burladas na rede da sua empresa pelo próprio servidor que lhe está propiciando o “furo” nas defesas da empresa;
c- no log de atividades de cada usuário fica registrado todo o histórico de acessos à Internet e mais cedo, ou mais tarde, o administrador da rede vai se interessar pelos endereços do proxy “fake” que você está usando – é aí que a sua improdutividade vira num passe de mágica em Rua!

7- Acesse milhares sites pornô durante as horas de trabalho.
Faça como um Japonês que acessou em 9 meses 780 mil páginas de sites pornôs, usando computador do trabalho. Só que você não conseguirá ser mais rápido do que ele, que certamente já tem um lugar garantido no Guiness Book de 2009: ele conseguia ver 20 páginas por minuto! Vá ver o homenzinho praticava visão dinâmica!
O japinha teve como punição apenas uma diminuição de salário de 200 dólares e um filtro homérico no computador. Dizem que nem mais a história da branca de neve e os sete anões ele consegue ver!

8- Jogue nas horas vagas... e nas cheias.
Jogo parece coisa de criança, mas serve para desopilar a cabeça quando o empregado está sob estresse. Há na Internet vários sites que disponibilizam webgames online que vão fazer a sua produtividade ir para o espaço. Agora, falando sério, um bom joguinho nas horas certas é uma das maneiras para evitar o temível Burnout. Então, em nome desta causa nobre, o Knuttz dá umas dicas legais de WebGames, simultaneamente à recomendação para você pegar leve na gastança de tempo em ambiente corporativo.

9- Use e abuse dos seus gadgets conectivos pessoais.
Vamos imaginar que você gaste 4 horas por dia lendo emails, 1 hora no MSN, 1 hora no Twitter e 1 hora no Orkut... pronto, você terá gasto 7 horas do expediente e não contamos ainda a mania hiperconectiva que tomou conta das pessoas deste século, ou por acaso você deixa na recepção os seus celulares, Ipod, Iphone e notebook? Em alguma hora do dia você vai dar uma atenção para eles, então apresse-se, pois tem apenas mais uma hora para perder.

10- Espiche o tempo de Boot.
Os maquiavélicos chefes americanos descobriram que cada computador leva 20 minutos por dia, entre dar o Boot, Resets ao longo do dia e o desligamento no final do expediente. Para espichar o tempo entre o boot inicial e o desligamento final, crie situações para desligar o computador durante o dia, enquanto isso, você toma mais cafezinhos e põe mais fofocas em dia com seus colegas.

11- Pratique promiscuidade no seu escritório fazendo downloads!
Caso você esteja praticando religiosamente o item 4, o tunelamento, então nem precisa se preocupar que a sua improdutividade vai tender a aumentar, através de downloads e mais downlods no HD da empresa. Vamos supor que você, além de usar proxy fake para acessar sites bloqueados, pesquise na Internet maneiras de burlar as barreiras impostas para que os funcionários não instalem programas no computador corporativo e consiga sucesso na aplicação de uma delas. Bingo! Você tem tudo para se tornar improdutivo por causa de vírus, uma vez que ninguém garante que algum dos programinhas interessantíssimos que você baixa não venha com um vírus último tipo, indetectável pelo antivírus da empresa.

12- Truque mortal para reduzir a pó a produtividade do seu computador.
As empresas costumam destinar aos empregados as piores máquinas, lentas e cheias de problemas. Quando este é o seu caso, você não tem problema, pois graças ao seu computador, você poderá durante o dia dar várias fugidinhas até o suporte técnico – passeando, esticando as pernas, vendo outros colegas e coleg(as), enfim, fazendo o tempo passar de maneira prazeroza e pouco sedentária. Se por uma infelicidade o seu computador seja uma máquina de último tipo com 1 Terabyte de disco, 8 Gb de memória RAM e processador de 4 núcleos, não esquente! Quanto mais o seu computador corporativo for eficiente, mais você será sugado, o que poderá te trazer um belo Burnout. Mas, nem tudo está perdido: torne o seu computador ineficiente aplicando intensamente todas as táticas acima.
Além disto, abra muitos programas e deixe-os abertos. Acostume-se a trabalhar com um grande número de tarefas minimizadas na barra inferior do desktop. Nunca permita que o seu computador seja mais rápido que você, pois caso contrário, a cobrança de produtividade nas suas costas vão subir nas nuvens.

13- Quando tudo o mais falhar, tenha um botão de pânico USB sempre a mão, pronto para apertar.
Digamos que abusando das dicas acima, você corre um sério risco de ir para a rua, antes mesmo do mundo acabar. Para se prevenir da antecipação da tragédia, você deve adquirir urgentemente um botão de pânico USB. O seu funcionamento é muito simples: você está fuçando doidamente no YouTube e viajando na estratosfera, quando vem se aproximando o seu chefe. Ao invés de fazer movimentos frenéticos e suspeitos com os braços tentando fechar janela atabalhoadamente, com um simples apertar de botão você faz aparecer na tela uma inocente planilha, ou qualquer outra tela do sério programa corporativo da sua empresa. Então, basta fingir que está profundamente mergulhado no trabalho.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Aqui no trabalho se pode tudo.
    Porem a chefia avisou, se pedir algo e não tiver nas maos dela no tempo correto.
    Bye...bye.

    Se bem que por aqui se usa Linux...é facílimo bloquear tudo.

    ResponderExcluir
  3. Essa foi ótima. Obrigada pelas dicas, vou começar hoje mesmo à segui-las! ^^*

    ResponderExcluir