Pesquisar

15 de nov de 2008

Você pode estar perdendo dinheiro não lendo o EULA – Contrato de Licença de Usuário Final!

Os gringos o chamam de End-User Licence Agreements – EULA, o mesmo documento se chama Contrato de Licença de Usuário Final em português. Pois bem, teoricamente este documento deveria ser lido quando você faz o download gratuito ou compra programas de computador via Web, ou outros produtos, ou assina serviços on-line.

Entretanto, praticamente ninguém lê o tal contrato e checa despreocupadamente o botão "I accept".

Pensando nisto, uma empresa decidiu realizar um experimento: quanto tempo levaria para que algum usuário global lesse a EULA e retornasse uma resposta? Então a PC Pitstop embutiu uma cláusula no seu EULA que prometia ao primeiro que a lesse, uma bonificação em dinheiro se o usuário mandasse uma resposta para o email constante no EULA.

Depois de 4 meses e mais de 3.000 downloads, um usuário finalmente mandou o email requerendo a bonificação. Apenas aquela pessoa ganhou um cheque de mil dólares, de acordo com o que estava especificado no EULA; bonificar a primeira pessoa que realmente lesse todo o EULA e respondesse, assim, todos os usuários subseqüentes que responderam não tiveram mais o direito a bonificação.

A grande verdade é que os usuários normalmente estão na correria para instalar os programas, que não se dão ao luxo de perder alguns minutos lendo o EULA. Porém, assim como eles podem perder alguma bonificação oculta no texto, na maioria das vezes terminam concordando com cláusulas, que apesar de ilegais, são aceitas alegremente.

Um exemplo aconteceu há alguns anos atrás com o famigerado sistema de software GATOR, que mais tarde teve seu nome trocado para Claria. Acredito que atualmente nem o tal de Claria existe mais.

O EULA do GATOR, que era propositalmente muito extenso de 7 páginas, dizia textualmente no primeiro parágrafo: “a empresa eWallet oferece gratuitamente os softwares mais populares disponíveis na Internet. Seu suporte financeiro é feito através de propagandas que são exibidas através de um “Adserver” que mostrará janelas Pop-Up e outros tipos de propagandas no seu computador, baseado na informação que nós coletaremos de acordo com a nossa Política de Privacidade. Nós acreditamos que é melhor tratar os usuários que instalaram o GATOR nas suas máquinas como Subscritores”.

Provavelmente devido as prejuízos nos processos de perdas e danos que devem ter levado nos EUA, estes picaretas sumiram do mapa e, para os usuários, felizmente os infernais pop-ups do GATOR terminaram, mas mesmo assim é desejável que fiquemos espertos quando apertamos no botão de concordância do EULA, porque podemos estar perdendo algum bom dinheiro de bonificação, ou estaremos concordando sem saber com um sistema de invasão de privacidade, ou perda de propriedade intelectual.

Fonte:
It Pays To Read License Agreements.

Um comentário:

  1. Isto me lembra do cliente de modem / telnet ZOC, para o OS/2 e Windows, que mostrava a mensagem "Você concorda com o texto anterior mesmo tendo lido-o em X segundos?".

    ResponderExcluir