Pesquisar

5 de jun de 2009

Computador do futuro vai capturar o mundo real.

Peguemos alguns conceitos que já existem dispersos por aí: GPS, câmera, reconhecimento inteligente de imagens, computação nas nuvens e juntemos tudo num pequeno aparelho portátil. A interligação de tudo isto viabilizará um tipo de computação nunca vista.Imagine que você tenha à mão um pequeno aparelho dotado de tela transparente que, quando apontado para o mundo real, captura as imagens e estabelece vínculos com todas as informações possíveis sobre uma determinada questão. Em poucos segundos você terá todas as informações que quiser sobre este edifício, por exemplo, dados estruturais, informações comerciais, escritórios lá localizados, licenciamento na prefeitura, endereço, etc.

Pensando em termos de tecnologia atual, já temos bancos de dados de localização global, Google maps, Google earth, Google street, câmeras de vigilância, bancos de dados de cidades, Wikipédia e o oceano de informação armazenado na Internet.
O que falta para o computador do futuro começar a ser vendido nas lojas? Vários obstáculos técnicos de reconhecimento técnico ligados à área de inteligência artificial. Os softwares deverão ser capazes de ler e reconhecer imagens do mundo real e relacioná-las com quaisquer informações virtuais existentes.

A potencialidade desta tecnologia é ambígua, revolucionária e assustadora ao mesmo tempo. Suponhamos alguém operando um computador destes na rua e capturando a imagem dos transeuntes. Que tipo de informação a pessoa conseguiria resgatar instantaneamente das bases de dados online? Nome, endereço, ficha criminal, email, dados financeiros, telefone, página da Web, trajeto feito até ali, família, emprego, idade, perfil de consumo?
Isto seria a realização do Big Brother imaginado por George Orwell no seu livro 1984! Certamente as novas tecnologias vão suscitar muitas polêmicas sobre os limites da privacidade, se é que algo sobrou deste bem, uma vez que está sendo soterrado entre câmeras indiscretas, rastros eletrônicos, posicionamento via celular,etc.
Por: Isaias Malta.

via [Yanko Design]

8 comentários:

  1. Realmente, seria muito interessante se isso fosse viabilizado, porém, como foi levantada a questão, será que alguém no mundo teria privacidade?

    Pois vejo que se de fato isso vier a ser fabricado e colocado a venda, muitas pessoas irão aderir, e aí amigo, o bicho pega.

    Imagina você na rua e uma pessoa apontando um computador pra você e descobrindo absolutamente tudo da sua vida, eu me sentiria realmente incomodado.

    ResponderExcluir
  2. Puxa! Vou ficar na expectativa do lançamento dessa tecnologia. Já pensou? É só apontar pra gata e saber o telefone, se é casada, que tipo de homem ela gosta e detalhes da sua vida sexual...

    Que maravilha!

    ResponderExcluir
  3. Pensando bem... nem tudo é pesadelo no futuro tecnológico. rsrs

    ResponderExcluir
  4. Imaginem toda essa tecnologia dentro de uma lente de contato! A privacidade está a se tornar um bem em extinção.

    ResponderExcluir
  5. eu tenho medo!!!

    ResponderExcluir
  6. "Caio Lausi disse...
    Realmente, seria muito interessante se isso fosse viabilizado, porém, como foi levantada a questão, será que alguém no mundo teria privacidade?"

    PUTZ, COMO EU ODEIO GENTE IDIOTA!

    ResponderExcluir
  7. Orwell... Zeitgeizt... tudo conspira contra... Disso já sabemos, mas quanto mais temos, mais queremos... É assim. Não dá pra temer nem dá pra ignorar. Pra mim o barato é pensar que estou vivenciando essa mudanças.. pois que antes dos meus 13 anos ficávamos passivos e incrédulos diante das tecnologias futuristas holywoodianas ou estasiados com as possibilidades impossíveis que nos eram apresentadas nos desenhos animados.... tecnologias, diga-se, que hoje usamos sem perceber!
    Esse "Computador do futuro" é uma parada dessas.. Hoje a nossa privacidade é "protegida" por senhas... talvez a informação que queiramos tornar pública sobre nós, num sistema destes que certamente será caríssimo inicialmente, venha a ser bloqueada (ou não) por esse tipo de barreira!
    Aí virão os 'Mother-hackers' pra roubá-las e zoar todo mundo. Aí virão as empresas pra fomentar novos produtos pra proteção de nossas identidades etc...
    e a bola de neve vai continuar assim... girando!!

    Parabéns pelo Post

    ResponderExcluir
  8. rorbertoke, mais uma vez você chegou ao âmago do texto! Confesso que estou curiosíssimo para visitar o seu Blogue, o que farei ainda hoje.

    ResponderExcluir