Pesquisar

30 de jun de 2009

O surgimento dos Mamíferos


O Sinoconodonte foi um mammaliaforme pré-histórico e ancestral dos mamíferos, mas não era um mamífero verdadeiro e possuia muitas características reptilianas. Ele viveu no período Jurássico e deve ter sido caçado por dinossauros carnívoros (Paleontology WEB).

Há cerca de 200 milhões de anos, no início da era Mesozóica, a era dos répteis -, quando surgiram os primeiros dinossauros, aparece pela primeira vez indicação da presença dos mamíferos.

Estes primeiros mamíferos, considerados descendentes de répteis terapsídeos, apenas deixaram para a posteridade pedaços de crânios, dentes e mandíbulas, mas isso foi o suficiente para obter muitas informações sobre esses animais:

eram animais pequenos;

apresentavam dentes afiados, logo deveriam ser carnívoros. No entanto, devido ao seu tamanho, pensa-se que se alimentariam principalmente de insetos, vermes e ovos de répteis;

eram homeotérmicos, fato que pode ser deduzido da presença de palato (céu da boca) ósseo que separa a boca do nariz. Esta característica existe nos organismos que respiram continuamente, mesmo quando se alimentam, o que é típico de organismos com elevados gastos energéticos, como os homeotérmos. Este fato permitia-lhes manterem-se ativos de noite e ao entardecer;

eram animais noturnos, dado o elevado tamanho das órbitas;

tinham uma audição apurada pois seu ouvido médio apresentava três ossos.

Com a extinção dos dinossauros, houve a liberação de grande número de nichos ecológicos que provocou uma explosiva irradiação adaptativa, surgindo em muito pouco tempo, do ponto de vista geológico, todas as principais ordens de mamíferos atuais: monotremados, marsupiais e placentários. Por este motivo, a era Cenozóica é designada a era dos mamíferos.


Por: Gladis Franck da Cunha.

Referência:

HENRIQUES E. M. S. A EVOLUÇÃO DO HOMO SAPIENS. Disponível em: http://ambiente.eternos.org/wp-content/uploads/EfolioB_Biologia_Geral_I_Aluno_700612.pdf

Nenhum comentário:

Postar um comentário