Pesquisar

30 de jul de 2009

Pequena Galeria dos Extremos.

A existência é o ato extremo de viver na corda bamba. Mergulhamos diuturnamente em direção ao poço do desconhecido rumo à morte certa, que mesmo não sabendo quando vai chegar, chegará cedo ou tarde. Diante disto, enquanto alguns aconselham a viver prudentemente para empurrar com a barriga o destino inevitável, outros pregam o caminho da ousadia em termos físicos e dispêndios financeiros e outros seguem isto ao pé da letra.

Extreme Body Modification.
Extreme Body Building
[Style Trash]
Desconfio que as práticas extremas de modificação corporal estejam associadas ao distúrbio psicológico chamado de auto-flagelação, tanto que uma técnica extremamente dolorosa de Tatoo, que não trabalha com tinta e consiste em abrir feridas com bisturi que vão dar origem a quelóides, se chama Scarification. Temos que elogiar a flexibilidade da orelha do rapaz!

Extreme Tuning.
Extreme Tuning
[ensor201]
Este carro um dia foi um Volvo C30? Como pouca coisa restou do desenho original, ele merece um lugar na galeria do tunings extremos.

Extreme Body Building.
8- Extreme Bodybuilding - Kim Harris
[Blogpaedia]
As provas internacionais de Fitness exigem corpos distantes do seu envelope natural, então surgiram os casos extremos de escultura corporal em que a pessoa se transforma literalmente em feixes de músculos intumescidos.

Extreme Overclocking.
Extreme Overclocking
[NexGenOverclocking]
Ventoinha é coisa para os fracos! Nos casos de necessidade de refrigeração extrema do processador, o pessoal torra muito dinheiro comprando botijões de nitrogênio líquido para deixar o “Core” do computador a -200 graus centígrados.

Extreme piloting.
Extreme Piloting
[English Russia]
As locações de um filme sobre acrobacias aéreas na Rússia exigiam que um jato de caça voasse sem o canopy. Então a produção contratou dois pilotos de elite que aceitaram a empreitada. Eles só poderiam fazer este tipo de vôo no inverno russo, que como é usual, tem picos de dezenas de graus abaixo de Zero. Durante o vôo o piloto conseguiu imprimir o dobro da velocidade do som a mais de 2.000 Km/h suportando um frio extraordinário e o ruído insuportável da passagem do vento. Para fechar com chave de ouro este vôo extremo, o co-piloto se ejetou em pleno vôo. Veja como as chamas dos foguetes ejetores se esparramam pela fuselagem do Mig russo.

5 comentários:

  1. o aviao é fake!!

    ResponderExcluir
  2. Será? O que posso dizer é que os jatos militares tem que estar preparados para voar em qualquer condição, inclusive com o canopy estourado. O que vc acha então do F-15 que voou sem uma asa? O feito muito mais extraordinário do que este foi abordado neste mesmo blog em http://www.blogpaedia.com.br/2009/07/o-pouso-impossivel-do-caca-militar-que.html

    ResponderExcluir
  3. O LEIGO, SE NAO SABE NAO FALA!
    SACRIFICATION É O QUE DEVERIA SER FEITO COM VC!

    S-C-A-R-I-F-I-C-A-T-I-O-N

    VEM DO TERMO SCAR, QUE É NO QUE RESULTA.

    ResponderExcluir
  4. Você tem razão, foi mal, já corrigido!

    ResponderExcluir
  5. Nuss... tanta ignorância e prepotência pra um anônimo ! Bota a cara pelo menos ...
    Se é pra ser escroto e se ater a forma, cadê por exemplo o til do seu "NAO" e esse "VC" o que é isso !?
    ¬¬"
    É bem típico...
    Apesar de ser contra o pré-julgamento fica difícil com gente tão previsível brotando assim das coisas e dos lugares...

    ResponderExcluir