Pesquisar

3 de jul de 2009

O Verão do Hemisfério Norte acaba literalmente na lama... dos Festivais de lama.

No mês de julho o hemisfério norte experimenta o auge do verão, ocasião apropriada para a deflagração de alguns eventos bizarros para nós e divertidos para eles: festivais e brincadeiras na lama, como forma de aproveitar os últimos dias quentes, antes do início dos longos meses de frio que já despontam no outono, principalmente nos países localizados em latitudes muito acima do trópico de câncer.

Mesmo que tais hábitos nos causem estranheza, há várias justificativas que tornam salutar as atividades ao ar livre e que envolvam o contato direto com a terra. É sabido que a lama é muito usada em tratamentos de beleza, é usada em SPAS como lenitivo contra a doença e o estresse, em suma, há muito tempo a medicina comprovou as propriedades medicinais contidas nos minerais que compõe a lama. Ademais a estes fatores, há outro mais imperioso ainda para as populações dos países frios. Pelo fato deles serem obrigados a passarem confinados durante meses em ambientes fechados, é urgente que eles se exponham massivamente aos elementos para que possam adquirir anticorpos, que vão lhes conferir a devida proteção sob os rigores do inverno.

Dia da Lama em Westland, Michigan, Estados Unidos.
O dia 8 de julho foi escolhido como o Dia da Lama na cidade de Westland. Para comemorá-lo, os organizadores providenciam cerca de 200 toneladas de lama, dezenas de milhares de litros de água, mais de mil crianças e adolescentes e a cidade mergulha no caos. O Dia da Lama é o único do ano em que brincar com lama não apenas é permitido, como também encorajado. Na foto se vê os instantes antes da partida da clássica corrida de “carrinho de mão”, em meio a muita lama é lógico.
Dia da Lama de Westland-USA
[Oddity Central]

Festival de Lama de Glastonbury, Pilton, Inglaterra.
Não se trata exatamente de um festival de lama, mas do maior festival de música ao ar livre do mundo. Instalado em uma imensa área rural de 3,6 Km², o festival de Glastonbury está localizado numa região que chove a cântaros, ou seja, surge espontaneamente um festival paralelo de lama onde são realizadas performances livres dos participantes, aproveitando os poucos vestígios de verão que dão as caras na Inglaterra.

O festival se realiza no último fim de semana de Junho e dura 4 dias.
Festival de Lama de Glastonbury-Inglaterra
[Alex Hannam], [Guardian]

Festival de Lama de Boryeong (Daecheon), Coréia do Sul 보령머드축제
Este é um festival real de lama que teve início em 1998. É realizado anualmente de 12 a 20 de julho, atrai milhões de visitantes à Coreia de Sul. A lama da localidade é famosa por ser rica em minerais. Para a realização do festival, generosa quantidade de lama é transportada da praia de Daecheon e faz a alegria dos turistas, que chegam com uma missão na cidade: se sujar muito, de preferência dos pés até o último fio de cabelo.
Festival de Lama de Boryeong-Coréia do Sul
[Stinkie Pinkie]

Festival de Lama de Moscou, a versão russa das nossas Raves.
Não é propriamente um festival de lama, mas um festival de música que se realiza nos fins de semana durante todo o verão nos arredores de Moscou. No entanto, pela sua localização estratégica entre as margens de dois rios e sabendo-se que o verão por aquelas paragens é tempo de chuvas caudalosas... não é difícil depreender que no festival de música de Moscou rola uma festa paralela na lama, com mulheres dançando muito à vontade ao som das bandas, certamente turbinadas por generosas doses de vodka e outras cositas más.
Festival de Lama de Moscou-Rússia
[English Russia]
Por: Isaias Malta.

3 comentários:

  1. quem foi o #$%&+* que botou aqueles quadradinhos pretos nas fotos?

    ResponderExcluir
  2. É uma pena, não é? Foi o site russo English Russia, talvez para não ter problema com o Adsense. De qualquer maneira, veja bem que o nosso tema não é "danças eróticas na lama". hehehe

    ResponderExcluir
  3. Aqui teriamos Créu na lama!

    http://gustasou.blogspot.com

    ResponderExcluir