Pesquisar

2 de abr de 2008

O que os fabricantes de LCD tentam esconder de você?

Um guia na compra dos monitores LCD substitutos dos velhos, bons e tranquirosos monitores de tubos de raios catódicos.


A febre do momento manda você trocar seu velho “tubão” CRT pelos modernosos e finos monitores de LCD. Mas, muitos marinheiros de primeira viagem têm visto os seus sonhos frustrados porque esperavam um novo mundo em termos de imagem e se decepcionam quando descobrem que o velho monitorzão de tubo dava muito mais em termos de acuidade de cores, rapidez de resposta, número de cores reproduzidas, etc.

Para engambelar o consumidor médio sem grandes conhecimos técnicos, as fábricas de LCD resolveram de uns anos para cá esconder das suas especificações técnicas qualquer referência ao tipo de painel que equipa os seus monitores. A causa disto é que a maioria deles optou por razões mercadológicas de busca incessante por menores preços, pelo uso do tipo mais vagabundo de painel denominado “TN film”.

Para jogos até que ele se sai bem porque dá o menor tempo de resposta, mas também é o que detém o menor ângulo de visão, abaixo de 160º (significando que quem está no centro da imagem vê razoavelmente e o cliente na cadeira ao lado pode estar vendo um borrão distorcido). Além disto muitos destes painéis baratos têm um endereçamento de cores de 6 bits, significando que a quantidade máxima de cores que podem reproduzir é de 256.000, longe dos 16.000.000 de cores que os tubões não têm nenhuma vergonha de mostrar.

O mercado no Brasil é uma tragédia dantesca no que tange ao mercado de monitores LCD. A vasta maioria dos modelos nacionais vêm equipados pelos velhos, vagabundos e baratos painéis TN. A LG, uma empresa séria que juntamente com a Philips criou o melhor painel cultuado pelos bambas da editoração gráfica, o S-IPS, não tem em sua linha nacional um único LCD que seja equipado com ele.

A Samsung tem dois modelos de destaque no nosso modesto mercado: um que vem equipado com um tipo de painel denominado PVA e localizado na faixa de preço dos “baratos”, muito superior ao TN, mas inferior aos S-IPS: é o modelo de 19” 971p (note-se que a letra “p” constante no modelo significa (“profissional”). Outro que vem com o S-PVA, melhor que o anterior, mas numa faixa de preço dos 4.000 reais é o modelo de 24” 245t.
Para quem quiser se inteirar sobre a tecnologia dos paineis LCD, acesse http://www.pchardwarehelp.com/guides/lcd-panel-types.php

Para quem quiser saber qual é o tipo de painél que equipa o monitor que está pensando em comprar e para aqueles dispostos a chorar sobre leite derramado e descobrir que o seu pobre LCD não passa de uma pobre sucata de TN film, vai aqui um site inglês que você põem o modelo e ele te dá na hora qual é o seu tipo de painel, uma informação que os fabricantes teimam em esconder de nós, pobres consumidores (TFT Central is your source for all the latest monitor news, reviews, articles and information) http://www.tftcentral.co.uk/

Boa sorte com sua compra e para aqueles que já compraram, que se munam de maiores informações na próxima vez!

Monitores, lcd, tecnologia, informática, compra, consumidor, TN film, S-IPS, PVA, S-PVA, painel LCD, CRT, tubo de imagem, acuidade, tempo de resposta, guia de compras

3 comentários:

  1. Por mais que leia, sempre acabo com várias dúvidas, até porque os fabricantes não informam com "clareza". Adquiri uma 26LE6500 (TV rosa para agradar minha mulher) e ainda nem testei mas já estou meio arrependido. Não sei o real tipo de painel IPS que a LG anuncia nem o tipo de iluminação de LED.
    BUEMBA!!!!

    ResponderExcluir
  2. A LG informa que esta TV tem painel IPS. A queixa que os usuários tem contra as TVs LED da LG se refere ao fato dela não possuir tela anti-reflexo.

    ResponderExcluir
  3. as novas plasmas 3d da samsung nao refletem ,e quem pode comparar lado a lado plasma x lcd x led vera que a plasma é a melhor

    ResponderExcluir