Pesquisar

28 de ago de 2008

O incrível avião-helicóptero!

Baseada em pesquisas patrocinadas pela Marinha Americana na área de aeronaves de asas rotativas, a McDonell Douglas projetou o seu Modelo 78. Uma aeronave mista propulsionada por motores convencionais de avião, que também possuía um rotor principal do tipo helicóptero, funcionando em giro livre.

Tal projeto concorreu numa licitação feita pela marinha dos EUA para um helicóptero de transporte que fizesse a ligação navio-terra, sem necessidade de reabastecimento em terra. A McDonell Douglas ganhou o contrato para a construção de três protótipos em 1951. Batizado pelo militares com o código de XHRH-1, o projeto era destinado a carregar aproximadamente 14 toneladas. O Modelo 78 foi dotado de hélices convencionais e pequenas asas que possibilitavam o deslocamento horizontal e o rotor, além fornecer sustentação adicional, capacitava a aeronave de decolagem e pouso verticais. A capacidade máxima de transporte de tropas era de 30 marinheiros inteiramente equipados, à velocidade de cruzeiro de 120 Km/h.

Princípio de funcionamento.
O rotor de helicóptero jamais propulsionava conjuntamente com as hélices de avião. Para a decolagem vertical, um engenhoso sistema desaclopava grande parte da energia destinada às hélices e a dirigia para um enorme compressor de ar de 726 Kg, que por seu turno fazia girar o rotor de helicóptero. Quando a aeronave atingia uma altura determinada, o piloto a inclinava para inciar o vôo horizontal ainda propulsionada pelo empuxo do rotor central. Na medida em que o avião superava a velocidade de estol, a energia dos motores era reacoplado às hélices, que passavam a produzir o empuxo normal de avião a hélice, com um detalhe: em virtude da falta de envergadura das asas, uma parte da sustentação de vôo continuava a ser provida pelo rotor em seu funcionamento em giro livre, do mesmo modo que o girocóptero. No processo de pouso vertical, o mesmo processo se repetia de maneira inversa.

Uma maquete em escala 1:1 foi apresentada pela Douglas à marinha em 22/10/1952 e a construção dos primeiros protótipos estaria começando logo depois.

Infelizmente, o projeto XHRH-1 jamais passou além da maquete, já que a marinha começou a enfrentar limitações de orçamento devido ao término da guerra da Coréia e os engenheiros temeram possíveis problemas operacionais que surgiriam em virtude da complexidade do mecanismo de acoplamento. Por isso, o contrato foi encerrado em abril de 1954.

Fontes:
XHRH-1 (MODEL 78)
McDonnell Model 78 / XHRH-1 1954 – Project

5 comentários:

  1. Esse projeto era da Marinha Portuguesa.

    ResponderExcluir
  2. Os EUA tem já faz tempo um helicóptero/avião: o V-22 Osprey. Ele é um tilt-rotor (os motores ficam nas pontas das asas e viram para subir ou para voar adiante) Como é complexo é caro e não tão comum, mas funciona bem.
    http://en.wikipedia.org/wiki/V-22_Osprey

    ResponderExcluir
  3. o comentário acima é bom. Veja no Youtube, tem vários vídeos lá.

    ResponderExcluir
  4. pow tava em hum site ai o tempo tava inválido pra entrar por isso tive que vim aqui mais esse tbm é muito bom

    ResponderExcluir
  5. Muito bom.

    Curto helicópteros. Fazem coisas que nenhuma outra aeronave faz.

    http://www.rotativasbrasil.blogspot.com/

    ResponderExcluir