Pesquisar

8 de ago de 2008

Quando chega o paramotor elétrico?


O parapente é a maneira mais fácil e barata de voar que o homem criou. Ele é uma asa aerodinâmica não rígida, que voa como uma asa delta, ou um planador. Porém, o grande incômodo dos aparatos voadores sem motor é a obrigatoriedade de subida em montanhas, ou à custa de um complicado aparato de reboque, pois o parapente, ou paraglider só se lança nos ares graças a outras forças que não as suas, já que não tem motor.

Para resolver este inconveniente foi inventada uma combinação de parapente + motor, que se denominou de paramotor. Contudo, nem todos os problemas foram solucionados, porque o motor usado é de combustão a gasolina, o que traz sérias desvantagens. Vamos compará-las com as características da motorização elétrica:

- peso excessivo – o conjunto motor + combustível excede 40 kilos / paramotor elétrico = 22 Kg;

- barulho excessivo – grande ruído produzido pelo motor a explosão / paramotor elétrico tem somente o ruído produzido pela movimentação da hélice;

- fumaça – o piloto fica cheirando a limpador de chaminé / paramotor elétrico não produz fumaça;

- complexidade de regulagem – por ter carburador e ser igual ao motor usado em motocicletas, o piloto tem que ter as habilidades de mecânico e muita paciência para deixar o motor bem ajustadinho / paramotor elétrico não precisa de ajustes mecânicos;

- vibração – um motor, através do movimento do pistão, transfere ao corpo do piloto uma grande carga de vibrações, tem um grande torque (tendência de puxar para o lado; no paramotor convencional o piloto tem que ficar constantemente corrigindo a direção) / paramotor elétrico tem uma vibração mínima e o torque pode ser bastante minimizado pelo ajuste do conjunto selete-vela.

- autonomia – no motor a combustão depende do tamanho do tanque, podendo chegar a horas. / paramotor elétrico – é a sua principal limitação. Atualmente a autonomia não passa de 30 minutos.

Como visto a substituição do motor à combustão por um elétrico soluciona quase todos os problemas do paramator atual. Graças ao desenvolvimento de novas baterias, estão surgindo protótipos de promissores paramotores elétricos, que devem aparecer no mercado brevemente. Segundo um dos fabricantes, o Yuneec International, Ltd a produção de um modelo comercial está quase iniciando.
O seu último “news” de 10/04/2008 dá conta de que três protótipos foram mandados para testes nos E.U.A. Os pilotos que estão testando os protótipos, postaram suas impressões no site FootFlyer.

Ao ler os relatos, percebe-se o porquê de uma versão comercial do paramotor elétrico não ter sido lançada até agora, pois o quesito que recebeu menor pontuação é a durabilidade da bateria, ainda muito baixa em relação ao convencional motor a combustão.

De qualquer forma, o meu sonho de voar paramotor repousa na disponibilidade de um motor elétrico confiável vendido em série. Enquanto isto não acontecer, refuto a idéia de sair sacudindo com as costas coladas num fumacento e ruidoso motor a gasolina. Acho que eu e muita gente esperam pelas boas novas!

4 comentários:

  1. Uma alternativa às baterias são os ultracapacitores. São muito mais eficientes, de carga rápida e praticamente sem limites de ciclos de carga. O único impedimento por enquanto é o preço exorbitante. Mas acredito que esta limitação logo será vencida, pois a maioria dos veículos elétricos em produção ou projeto incorporam ultracapacitores como parte do sistema de frenagem regenerativa. Com a produção de veículos elétricos dá sinais de que terá um grande crescimento nos próximos anos, acredito que isto irá se refletir no preço dos ultracapacitores, viabilizando o paramotor elétrico de grande autonomia.

    ResponderExcluir
  2. Gilvan, então quer dizer que os parapentistas podem se alegrar com boas notícias brevemente?
    Paramotor elétrico é o meu sonho de consumo.

    ResponderExcluir
  3. O que eu preciso para aprender a voar em um paramotor? Existe alguma escola?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor fazer um curso de Paraglider antes, existem várias escolas que ensinam a pilotar paragliders. Depois a adaptação para voar a motor é bem fácil.

      Excluir