Pesquisar

26 de out de 2008

A maior estação ionosférica do mundo está abandonada em Zmiev - Ucrânia.

Depois do colapso do império soviético, grandes instalações civis e militares entraram em declínio, graças à cessação dos generosos orçamentos que a Rússia destinava aos países satélites. Entre portos abandonados de submarinos, ônibus espacial Buran esquecido no Cazaquistão, as fotos a seguir são de uma estação de um dos maiores radiotransmissores ionosféricos do mundo.

Um prato cheio para os caçadores de coisas abandonadas!
Mesmo que esta estação não esteja completamente abandonada, a ferrugem causada pela falta de manutenção a corrói e a transforma pouco a pouco num bizarro testemunho pós-apocalíptico do poderio soviético.

Durante os anos 80, neste lugar funcionou um complexo científico do tamanho de um campo de futebol, comandando pelo supercomputador Ural. A estação de antenas destinadas a pesquisas científicas atmosféricas localiza-se perto da cidade de Zmiev. (Link do Google Earth)

Eventualmente a estação IRS (Ionospheric Research Station) é usada e recentemente perdeu o seu status de “Top Secret”, porque talvez tenha se prestado a trabalhos ao birô militar dos soviets. Quem saberá? O que se sabe é que esta maravilha da tecnologia soviética se equivale à estação similar americana localizado no Alasca, a HAARP.
Porém a semelhança termina no tamanho, já que enquanto a estação do Alasca continua operante, a ucraniana se transformou numa das trilhas que os caçadores de coisas abandonadas seguem avidamente.

O paraíso dos telefones da Matrix e Osciloscópios Vintage.
Quem não gostaria de ter um aparelho de telefone preto, o gadget definitivo da telefonia? Imagine um telefone destes tocando à meia noite em plena guerra fria! A estação IRS de Zmiev preserva a história viva do apagar das luzes do século XX.

Para qualquer apaixonado por steampunk, a foto a seguir é um prato cheio. Os instrumentos estilo “vintage” da estação estão intactos, com seus relógios analógicos e o melhor de tudo: um antigo Osciloscópio (medidor de formas de onda) equipado com tubo de raios catódicos.

Devido ao estado de não abandono completo, é possível notar que os instrumentos internos se encontram em perfeito estado de conservação. A IRS de Zmiev pode ser considerada um interessantíssimo museu, que poderia estar sendo explorado como tal, não fosse a falência da Ucrânia.

Algumas comparações entre a IRS e a HAARP.
Algumas palavrinhas sobre a matriz da antena transmissora de alta freqüência (High Frequency Transmitter and Antenna Array). A antena maior (que pode ser vista pelo Google Earth) tem capacidade para produzir 25 MW de potência, enquanto a estação HAARP do Alasca tem a metade: 12,5 MW.
O radar IS (incoherent scatter) por dispersão incoerente é praticamente único, já que há apenas 9 destes no mundo. Sua área refletora é de 100 x 100 metros.
Da minha parte, quando eu for à Ucrânia, podem ter certeza que um dos bilhetes de trem que vou reservar vai ser, com certeza, para a pequena cidade de Zmiev!

Fonte:
Abandoned Ionospheric Research Station.

Nenhum comentário:

Postar um comentário