Pesquisar

11 de out de 2008

O Computador mais SteamPunk de todos os tempos!

Um Geek polonês montou um computador com visual mais genuinamente SteamPunk de todos os tempos. O Case Mod tem tudo o que um amante do estilo quer: tamanho, cobre, madeira, relógios analógicos, aspecto grandiloquente, canos, etc.
O gênero Steampunk nasceu na literatura de Ficção Científica do século XIX, com seu expoente maior, o escritor Júlio Verne – que concebeu uma realidade temporal em que a tecnologia a vapor evoluiu a níveis insuportáveis – carros, aviões e robôs movidos por energia de caldeiras.
As criações impossíveis e as reais marcaram uma época e até hoje produzem adeptos cultuadores da estética dos aparatos pesadões, desajeitados, mas dotados de irresistível apelo, como estas mangueiras e registros por onde passa o fluído do gabinete refrigerado à água.
Tanto quanto os aparatos de de Julio Verne, o Case Mod polonês revela seus detalhes mais sutis, iluminado com sua própria luz.
A estética baseada no vapor (Steam) vem se popularizando na forma como algumas produções artísticas tem alcançado grande popularidade: filmes tais como O Mundo Perdido, Rocketeer, Capitão Sky e o Mundo de Amanhã, A Liga Extraordinária, Van Hellsing, etc.
O abordar viagens sobre trilhos, hotéis flutuantes em Zepelins, maquinas extravagantes de funcionamento complicado faz do gênero steampunk a arte da redundância, pois muitos dos aparatos realizam tarefas um pouco mais complexas do que aquelas desempenhadas pelos antigos despertadores a corda.
O computador Steampunk, apesar de realizar apenas as tarefas triviais esperáveis dos PCs, é do seu maquinário exterior superlativo que brota o interesse dos steampunkeiros.
Vista inteira do Case Mod em sua realização final.
O monitor modificado não deixa a desejar. É uma peça que se acasala perfeitamente ao conjunto da obra.
O teclado modificado é absolutamente impressionante! O cara aproveitou as peças de uma máquina de escrever antiga, talvez Reminghton, da qual aproveitou as fantásticas teclas redondas.
Infelizmente a fotografia do mouse SteamPunk não está mais disponível no Flick. Portanto, fica aqui a minha sugestão de um que combine com o resto da obra.
Foto via Who’s Who.

Fonte: O Computador Steampunk definitivo.
Definição do termo Steampunk na Wikipédia.

2 comentários:

  1. taí um computador pra quem aprecia mais que a funcionalidade desses troços eletrônicos. já vi vários modelos de case mods - acho que é assim que fala - em vitrines e sempre pensei: porra, porque os caras que empreendem tanto tempo pra modificar um computador não fazem algo bacana mesmo ao invés de encherem de brilhinhos e pinturinhas de réloquit?
    Taí, o magrão fez.
    Curti a parada.

    ResponderExcluir
  2. Eu também queria ter um computador refrigerado a água! No momento em que esta matéria foi postada no fórum polonês, a maravilha steampunkística ainda não tinha sido completada. Para fazer um trem destes, o neguinho gasta mais de um ano!

    ResponderExcluir