Pesquisar

15 de mar de 2009

7 passos para evitar a procrastinação/desistência da atividade física.

O Uêba publicou no dia 16/01/2009 um artigo matador sobre o problema de todos nós intitulado “Procrastinação é o péssimo hábito de adiar para o dia seguinte. É uma das maiores causas da falta de produtividade, e mesmo assim pouquíssimas pessoas fazem algo para evitar.”
Então, resolvi transpor aquelas abordagens para outra área, mais especificamente ao terreno movediço da quebra de promessa. Todos nos comprometemos a cada virada de anos a mudar a alimentação e a fazer exercícios físicos, não necessariamente nesta ordem. Mas, tão logo chegam as águas de março encerrando o verão, a medonha procrastinação toma conta do corpo nosso indolente e todas as promessas vão água abaixo, até que a nova troca da folhinha enseja novos propósitos, que serão esquecidos e assim por diante.

Resolvi o problema da procrastinação /desistência quando me dispus a seguir os 7 passos, que não são fáceis e não dependem só de você, mas que evitam a desistência pura e simples sem necessidade de dar explicações a ninguém.

1- Procurar parcerias.
Tenho boa tolerância à a atividade física, enquanto minha mulher tem dificuldades. No entanto, não tenho persistência, enquanto ela possui perseverança. A partir do momento em que ela decidiu fazer atividades físicas diárias, unimos as duas coisas. Hoje, quando um fraqueja, o outro puxa. Forme então parecerias com parentes, amigos, etc., para ter sempre alguém em quem se apoiar quando o calor das intenções começa a esmorecer.

2- Ter acompanhamento médico.
É imprescindível ter um médico por trás dos bons propósitos de iniciar uma atividade física. Pode ser cardiologista, endocrinologista, ou nutricionista. Qualquer um destes profissionais vai supervisionar os limites de cada pessoa e representar uma espécie de Juiz para quem você deverá explicações.

3- Estabelecer horário regular.
Não há jeito, você terá que obrigatoriamente reservar pelo menos uma hora por dia para a atividade física. O maior contratempo que as pessoas alegam é a falta de tempo, então ele tem que ser resgatado daquele tempo inútil que passamos ao longo do dia realizando tarefas improdutivas. Sempre é saudável antecipar o horário de deitar para sobrar mais tempo disponível no dia seguinte. O importante para o estabelecimento da rotina é marcar um horário fixo e cumpri-lo rigorosamente.

4- Ter a alternativa de fazer exercícios em casa.
A forma mais simples de exercício é a caminhada e nem por isto ela deixa de ser uma das mais saudáveis. Portanto, é imprescindível que você tenha na sua casa uma excelente esteira. Neste quesito, o meu conselho é comprar uma esteira profissional que tenha as seguintes características: seja eletrônica, tenha lona de largura mínima de 40 cm, tenha motor AC, tenha monitoramento cardíaco, tenha amortecimento de impacto para proteger os joelhos. A minha sugestão pessoal é a compra da esteira semi-profissional Embreex modelo 552 ST, ou equivalente a ela de outra marca que tenha o mesmo custo X benefício. As pessoas que têm grandes problemas nas articulações devem optar por uma esteira com amortecimento a ar, tal como alguns modelos da Master Movement que tem como opcional o SAC – Shock Absorber Control.

5- Estabelecer um programa gradativo para atingir metas de longo prazo.
Quem tem perder peso, quando resolver se aplicar nos exercícios, tem a mania de querer os resultados em curto prazo. Para a saúde não há coisa pior do que grandes choques em pequenos intervalos de tempo. O estabelecimento de metas de longo prazo é necessário para controlar a frustração e o desânimo que se abatem sobre a pessoa que se empolga no início e, diante de resultados nada espetaculares, começa a ralentar os seus esforços até que acaba desistindo. Este é o filme mais repetido, um roteiro escrito de histórias tristes de gente que se empolga e desiste em poucos dias ou meses.

6- Fazer algo por alguém.
Dificilmente alguém tem forças para melhorar a saúde por si mesmo. Normalmente cada um de nós ama mais a uma pessoa, ou pessoas, do que a nós mesmos. Esta é uma das fórmulas de prolongamento da perseverança: fazer sacrifícios e renúncias em nome dos outros. Quando alguém quer se tornar saudável para viver mais e cuidar dos filhos, ou ter mais anos ao lado do seu amor, ou querer agradar os pais, no momento em que estiver lutando para melhorar em prol de outrem, consegue uma força a mais no caminho para desenvolver a perseverança.

7- Restabelecer a rotina após quebras eventuais.
Quem não enfrenta eventuais quebras de rotinas de atividades físicas por viagens, doenças, visitas e compromisso diversos? A sabedoria nestes casos é reencetar o cronograma diário de exercícios sem se deixar abater pela preguiça do trágico conselho “amanhã retorno sem falta” e o amanhã nunca chega.

Links relacionados:
Modos de evitar e superar a procrastinação.
Significado de procrastinação na Wikipédia.

2 comentários:

  1. Necessárias, essas dicas. Outra dica: faça pilates.
    Por muito tempo meu exercício mais frequente foi sair e entrar da musculação. Pilates me salvou.

    ResponderExcluir
  2. Muito legal esse teu post. Realmente a coisa mais difícil que tem é manter um programa de exercícios. Sorte a minha que eu tenho muita força de vontade, posso estar sem a mínima vontade, mas quando vejo já estou andando de bicicleta. Quem tem preguiça o melhor é ficar andando na esteira dentro de casa.

    ResponderExcluir