Pesquisar

16 de mai de 2008

Como conseguir o Ponto de Mutação?


O filme “Ponto de Mutação”, assim como “Jantando com André” faz parte dos denominados “talk-movies”, filmes baseados em diálogos que abordam as questões básicas da filosofia. Este filme foi dirigido por Bernt Capra, que também escreveu o roteiro adaptado do bestseler de mesmo nome escrito por seu irmão Fritjof Capra, conhecido pela sua atuação como físico e ambientalista. Ponto de Mutação foi o único filme de Bernt.

As locações se passam numa ilha-monastério na França, a Abadia do Monte de São Michel, onde três personagens em férias se encontram e se engajam numa discussão. Jack representa o sistema, o mundo exterior com sua política e as suas esperanças de que as soluções para os problemas são possíveis. Ele é um “democrata conservador” ex-candidato à presidência dos EUA, recém derrotado e desiludido, esperando retomar o rumo e o fôlego para a sua próxima campanha ao senado.

O amigo de Jack é o poeta Thomas, um desiludido com sua vida passada na correria de NovaYork e, agora auto-exilado na França. É um escritor que não escreve, só pensa. Devido ao esgotamento das suas fontes inspiradoras, se tornou um niilista amargo. Thomas aceita relutantemente o auto-oferecimento de Jack que quer visitá-lo na França, onde mora em Paris.

Ao aceitar o desejo de Jack visitá-lo, Thomas o leva a um tour num monastério-ilha no interior da França, com a esperança de que o contato com as paisagens bucólicas e milenares provoque no homem do sistema uma ruptura na filosofia de vida forjada dentro das masmorras políticas.

Na visita à igreja do local, eles encontram Sonia, uma física desiludida que abandonou a carreira em prol de uma visão holística da física e do meio ambiente. Sintomaticamente eles começam o seu diálogo na sala do relógio da igreja, um dispositivo mecânico monstruoso que evoca a primeira discussão sobre a metáfora criada por Descartes para definir a natureza: a visão mecanicista da vida e das coisas que têm imperado ao longo de toda a idade moderna. Sonia expõe suas idéias aos dois homens, que se vêem desafiados de maneiras distintas. Thomas, por seu ceticismo empedernido, que se enraizava no seu espírito e Jack por seu conservadorismo e impulso à procura de paliativos pra consertar o estilo de vida vigente da sociedade americana – totalmente baseado no mecanicismo descartiano e por isso, atomista em essência.

Do confronto entre o ufanismo do político, a descrença do poeta e o sonho de um novo mundo surge aos poucos a verdadeira identidade de cada um dos personagens. Jack questiona várias vezes Sonia sobre as maneiras de materializar as suas visões e até a convida para se unir à sua equipe, afim de que possam iniciar um movimento de reforma das leis. Porém ela se recusa a encarar a possibilidade de enfrentamento da realidade, preferindo ao invés disso o remanço e a tranqüilidade do seu exílio na torre do monastério. Sonia, como renunciante à possibilidade de lutar pela sua visão holística, descobre que as suas atitudes práticas são um fracasso inclusive na sua vida pessoal – onde o abismo afetivo cada vez maior engole a relação com sua filha.

Quando se despedem, aparentemente os personagens continuam os mesmos: Sonia permanece na torre, Jack volta aos EUA para enfrentar a sua candidatura ao senado e Thomas retorna à sua rotina de escritor em Paris, mas a breve estada no monastério de São Michel representou um ponto de mutação nas suas vidas – Jack encontrou uma causa por qual lutar, Thomas assistiu o renascimento da sua veia literária e Sonia descobriu que a prática holística tinha que começar por sua própria casa.

Como conseguir o filme?
Para comprar:
Infelizmente ele foi lançado em VHS em 1991 e nunca foi reeditado em DVD. Algumas digitalizações circulam por aí, que podem ser compradas no Mercado Livre.

Para ver online: Se você quiser assisti-lo na íntegra, está disponível online no GoogleVideo em (legendado em português):
http://video.google.com/videoplay?docid=854094769667634943

Para fazer donwload: Se você quiser baixar o arquivo de vídeo, poderá fazê-lo através do Emule, onde são encontrados arquivos mediante a procura pela palavra chave “mindwalk” dentro da procura do programa Emule.

Ficha técnica:
Título em português: Ponto de Mutação – Título original MINDWALK (1991)
Crítica do filme em inglês: http://www.philfilms.utm.edu/1/mindwalk.htm
Assuntos: questões filosóficas, filosofia da ciência, holismo, ambientalismo
Atores: Jack Edwards (Sam Waterston; o político), Thomas Harriman (John Heard; o poeta), Sonia Hoffman (Liv Ullman; a cientista física), Kit (a filha de Sonia).

Filosofia, holismo, atomismo, mecanicismo, René Descartes, modernidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário