Pesquisar

29 de mai de 2008

Por que formatar nem sempre é a melhor solução?

Na maioria dos fóruns sobre informática, a solução mais aconselhada é “formata”, o segundo é “reinstala”. Formatar a princípio é a solução tão definitiva quanto aconselhar o depressivo a se matar, porém em informática não é tão definitiva assim, às vezes o usuário descobre depois da reformatação... que o problema não era aquele.

Só existe uma explicação para a formatação como primeira escolha: a ignorância. Na minha adolescência informática, eu praticamente formatava semanalmente o computador da família. A minha esposa não sabia mais o que fazer de tanto perder seus arquivos, até que aprendeu a fazer backups, e eu um belo dia aprendi que a panacéia universal para todos os males não era formatar o disco por qualquer travamento à toa.

A saber, a formatação como primeiro recurso é a ferramenta preferida dos novatos. Quem quiser fazer o teste, leve seu micro cheio de vírus numa loja de consertos de micros, aposto que o primeiro parecer vai ser: “tem que formatar”. Isto traduzido para linguagem de gente significa que o técnico não vai querer perder seu tempo, pesquisar nos fóruns da internet sobre um vírus desconhecido – e de certa maneira ele tem razão, porque não pode perder muito tempo numa só máquina.

Um usuário aflito do Yahoo!Respostas desabafa: “O que eu posso fazer sem ser formatar já que é a única coisa que o povo fala.” Então o recurso que deveria ser o último, passa a ser o primeiro pela falta de paciência e conhecimento em descobrir o problema. Antes de jogar a toalha, alguns procedimentos devem ser tentados:
- O primeiro, sagrado e indispensável é ter certeza que o computador está livre de vírus, worms, trojans, spywares, malwares, keyloggers, dialers, etc. Caso seja identificado um vírus muito novo que não possa ser removido imediatamente, consulte os fóruns na Internet, pergunte e se informe até que alguém chegue à solução. Leia sobre os sintomas de vírus;

Mantenha em dias as atualizações do sistema operacional e do Browser, é através das falhas de segurança deles que os bixos entram no seu computador (o meu browser preferido é o Firefox porque parece que a maior parte dos escritores de vírus preferem se aproveitar dos imensos rombos de segurança do IE da Microsoft);

- Tenha certeza que a fonte do seu micro está em boas condições e adequada a sustentar todos os seus periféricos. Muita gente formata e reformata e os problemas continuam porque a fonte já “foi pro pau”;

- Tenha certeza que nenhum item do seu hardware está com problemas, inspecione os soquetes das memórias e limpe os seus contatos com álcool isopropílico. Os problemas nas memórias costumam ser intermitentes, ou seja, os travamentos, paradas e reinicializações levam o usuário a crer em defeito de software. Outra dica é: desconecte todos os periféricos não essenciais tais como scanners, impressoras, placas PCI, etc. Às vezes a razão do pânico são conflitos entre eles, principalmente quando um hardware novo foi instalado;

- Verifique o estado do seu HD em termos de fragmentação e funcionamento físico;

Os técnicos costumam formatar para não perder tempo com os itens mais trabalhosos relacionados a defeitos de software. Ao formatar eles descartam tudo isso e se dedicam à inspeção do hardware, mas nós usuários não podemos nos dar ao luxo de ficar reformatando, porque para colocar uma máquina robusta cheia de programas e configurações, trabalhando finamente com áudio, vídeo, internet, aplicativos gráficos, jogos, etc, certamente o tempo total da reinstalação passa de um mês para deixar o micro “assobiando” novamente.

Formatação, formatar, instalação, software, hardware, técnico de computadores, HD, memória, defeitos, vírus

6 comentários:

  1. Bom que haja pelo menos um texto bem informativo sobre o assunto, caminhamos mais um diminuto passo em direção ao esclarescimento...

    Há vezes até que a solução é realmente trocar o PC todo, não formatar o disco. Aí o computador fica num ciclo interminável de formatações e reinstalações, e o pior, de Windows.

    Dá agonia...

    ResponderExcluir
  2. Na real eu nunca mais formatei um HD por problemas. Prefiro estudar um problema durante um mês do que ceder à tentação dos 5 minutos de bobeira. A última formatação foi o de um note que vendi.
    Às vezes o melhor mesmo é formatar o computador todo atirando-o do sexto andar. Por que sexto? Sei lá, tá na moda.

    ResponderExcluir
  3. Aff, vc não sabe de nada.

    ResponderExcluir
  4. AÍ IRMÃO, VC TÁ FORINHA DA VISÃO,

    quer dizer que vc encontra uma pancada de vírus na máquina de um cliente e limpa, porém deixa a máquina do jeito que o vírus deixou... vc pode até tirar o vírus mas não consegui na maioria das vezes consertar os estragos que ele causou... fazendo com que o cliente futuramente, volte a sua loja com outros problemas... ótima solução a sua, aliás, vc não ensinou nada de novo, a melhor forma de consertar o estrago que um vírus causou é retirar todos os dados importantes para a pessoa e FORMATAR MESMO, para vc ter uma máquina limpa, e segura!!!

    Aliás Perco meu tempo sim, retirando todos os dados pessoais e importante do cliente e aí faço um serviço direito que é formatar a máquina!!!

    ResponderExcluir
  5. Para quem presta assistência técnica, não há dúvida, formatar É A ÚNICA solução. Se você prestar atenção no texto, deixo isto claro.

    ResponderExcluir
  6. formatar é um recurso usados por tecnicos nao muito honesto para ganhar um dindim a mais por exemplo um tecnico me disse que o micro deveria ser formatado entao eu coloquei o cd do windows e ele acabou reinstalando drives que faltavam entao nao pense que formatar é a melhor coisa se for virus um antivirus tipo macafee é a melhor soluçao

    ResponderExcluir