Pesquisar

5 de jul de 2008

Por que o estabilizador vai queimar o seu computador?


A origem do mito.
O Brasil tem uma herança maldita dos velhos televisores a válvula, quando as pessoas eram incitadas a comprar uns monstrengos estababilizadores de tensão manuais. Eles tinham um relojão (foto ao lado) que marcava a tensão da rede e um botão rotativo que o usuário usava para “estabilizar” as variações de tensão. Isto acontecia “na unha” e muitas vezes o usuário esquecia-se de desfazer a regulagem, a imagem da TV brilhava mais do que nunca.

Porém, dificilmente naqueles tempos a fonte de um aparelho a válvulas era queimado por picos de tensão na rede. Então, como mal não fazia, as pessoas se sentiam seguras em comprar aquele trambolhão para proteger seu patrimônio contra a possibilidade de “queimar” o seu custoso aparelho.

Hoje, quem deita e rola na crendice popular são as fábricas de estabilizadores, que colocam uns transformadorzinhos numas caixinhas bonitinhas de plástico com umas lampadazinhas e os vendem por setenta reais. Os computadores de baixo custo costumam vir com o estabilizador de brinde, como maneira de fisgar os espíritos incautos.

Estabilizadores de energia não somente são inúteis, mas também prejudiciais, eles acabam QUEIMANDO o seu computador. Por quê?
1 – As fontes de computador são MUITOOO mais avançadas tecnologicamente em termos de estabilização de energia. Fica parecido com a seguinte situação: um dono de cavalo puro-sangue que corre no Jockey-Clube, para fins de protegê-lo amarra neste cavalo um pangaré. O resultado é que ao final da corrida, provavelmente o puro-sangue chegará com alguma perna quebrada, enquanto o pangaré estará feliz da vida de tão saudável.

É o que acontece entre o computador e o estabilizador: no tempo em que o estabilizador leva para corrigir qualquer pico de tensão, a fonte do computador faz milhares de correções, tanto antes, como depois do pico. Ou seja, o estabilizador somente está conectado na entrada de energia do computador para atrapalhá-lo e finalmente queimá-lo, como acontece freqüentemente.

2 – Um mito muito difícil de derrubar: “tenho um estabilizador porque se houver uma sobrecarga muito grande de raio ou outra coisa qualquer, o estabilizador, que é barato, vai queimar primeiro, protegendo o meu computador BEM mais caro.” Mentira, no caso de raio é provável que aconteça o contrário; o estabilizador por ser muito lento, vai deixar passar o pico olimpicamente arrasando o computador, enquanto ele, uma peça baratinha de R$ 70,00 vai continuar vivinha da silva.

3 – Experimente procurar no mercado dos USA algum tipo de estabilizador. Eles nem sabem o que é isto. Tentei encontrar no Google algo como “Energy Stabilizer” e nada encontrei. Eles têm No-Breaks, Surge Protectors, Surge Supressors, etc, mas nenhuma destas caixinhas de plástico que costumam ferrar nossos queridos computadores de 1000 dólares.

4 – O programa Fantástico da Globo de 13/10/96 divulgou um teste com vários modelos existentes no mercado de estabilizadores de baixo custo, que levou o INMETRO a concluir que: “Os resultados denotam que a linha, chamada pelos fabricantes de baixo custo, não oferece ao consumidor os requisitos mínimos de segurança e de desempenho.”

Maiores informações:
Uma boa fonte substitui o estabilizador?
A verdade por trás dos estabilizadores
Forum Pc Project

estabilizador de tensão, chave chaveada, INMETRO, segurança

18 comentários:

  1. Uôu, nunca soube disso, até porque não chego nem perto de um eletricista. Sempre confiei nos estabilizadores, ou seja lá o que fosse aquela coisa que fica ligada na tomada no nosso antigo PC(acho que era um no-break, mas estava sem bateria há muito tempo). Muito interessante...

    E, mais post-script: você desligou a moderação ou sou só eu que tenho passe livre por aqui? ;)

    ResponderExcluir
  2. Pois não confie, desligue-os e recicle-os no lixo reciclável.
    Quanto aos no-breaks, a maioria fornece ao invés da onda senoidal, uma extravagante onda quadrada cheia de transientes capazes de confundir os circuitos mais sensíveis.
    Imagina a fontezinha chaveada tendo que dar conta de todo o horror!
    O únicos no-break que prestam são aqueles que possuem circuito "by-pass", ou seja, enquanto não há queda, quem fornece energia é a rede pura e quando é necessário, entra em ação um circuito inversor fornecendo onda senoidal pura.
    Sim, desliguei a moderação e ativei a comunicação de comentários via email. Se houver qualquer coisa estranha é possível deletar depois. Vamos ver se dá certo.

    ResponderExcluir
  3. Tenho um módulo isolador há muitos anos e que não queimou nada, até hoje. Mas depois desse texto, estou pensando em colocar na rua. Então pelo que vc disse, dá pra ligar o PC diretamente na tomada?

    ResponderExcluir
  4. O que é módulo isolador? Entendo que é um transformador com primário e secundários isoladas, ao contrário do auto-transformador que apenas possui derivações.
    Os estabilizadores mais caros na praça possuem transformador isolador qeu confere resistência à transientes. Porém, este deve ser ter a potência muito bem dimensionada. Quanto a ligar o computador diretamente na tomada, é o melhor remédio do que usar um estabilizador vagabundo destes vendidos em lojas de informática.

    ResponderExcluir
  5. Módulo isolador é esse tipo de equipamento:
    http://www.imagemrio.com.br/descricao.asp?CodProd=ISOLADOR

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Módulo_Isolador

    De fato não sei a diferença entre módulo isolador e estabilizador. Parece ser a mesma coisa.

    ResponderExcluir
  6. As coisas são difíceis de entender:
    - a maioria dos estabilizadores não vêm com transformador isolador devido ao custo alto;
    - um transformador que tem o primário e o secundário isolados serve como módulo isolador. Isto pode ser conferido medindo a resistência em Omhs entre o secundário e primário, que deve dar infinita se ele é de fato isolador;
    - só os estabilizadores mais sofisticados possuem transformador isolador na entrada, que combinado com o aterramento forma um bom circuito protetor ao equipamento ligado à ele;
    - a única justificativa para usar um estabilizador é quando o usuário opta pelo NoBREAK, este sim é um sério recurso que facilita a vida do usuário;
    - a grande maioria dos estabilizadores existentes no mercado são inúteis e prejudiciais, já que quase nenhum deles passou no teste do INMETRO. Nem sei porque o governo libera a comercialização destes pequenos aparelhinhos do diabo. Isto eu chamo de corrupção.

    ResponderExcluir
  7. Não sei se esse post ta totalmente certo, aconte várias vezes aqui em casa de dar um pico de luz de a luz do poste apagar, a do meu quarto piscar, desligar a TV, mas o computador ficar ligadinho bonito, então prefiro deixar a caixinha branca lá funcionando.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pelo seu estabilizador, pois ele é um dos raros do mercado que funciona. Cada vez que o INMETRO os testa, constata que a grande maioria não serve para coisa nenhuma além de atrapalhar a fonte do computador, esta sim dimensionada e para fazer uma regulação quase perfeita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O meu estabilizador aqui também "segura" o PC ligado nos piques de energia. Creio que, também, é um caso raro (kekeke!!!).

      Excluir
  9. Eu sei que estou comentando meio atrasado no post, mas esse negócio do computador continuar funcionando depois de uma pequena queda de energia é resultado do projeto das fontes chaveadas (de computador). Se o seu micro não desligou, não é por causa do estabilizador. Não existe estabilizador bem dimensionado, todos eles devem ser jogados na reciclagem ou usados como peso de papel. A própria especificação de fontes ATX já prevêem por norma quanto tempo as fontes devem permanecer ligadas nessas faltas curtas de energia.

    ResponderExcluir
  10. Patrick, tens razão, a única coisa que serve para alguma coisa para o computador é um bom nobreak.

    ResponderExcluir
  11. E o fusivel do estabilizador não serve para nada?

    ResponderExcluir
  12. As reações do estabilizador são muito lentas, até ele "se dar conta" de alguma coisa, a coisa já chegou na fonte. No entanto, o principal defeito do estabilizador não é não proteger, mas o de não regular a tensão em intervalo de tempo menor do que a fonte faz normalmente.

    ResponderExcluir
  13. Não sei se vc sabe (e vc provavelmente não sabe), mas nem todos os nomes e expressões em uma língua podem ser traduzidos diretamente para outra.

    No EUA, os estabilizadores se chamam "Voltage regulators". Vc não achou no Google pq vc inventou um nome errado baseado no nome do negócio em português. LOL.

    ResponderExcluir
  14. Na Europa não vi pessoas usando estabilizadores.

    ResponderExcluir
  15. Não sabia disso! Parabéns ao blog por ser tão informativo. Uma pergunta... esta regra se vale para módulos isoladores?

    ResponderExcluir
  16. Os transformadores isoladores são realmente quem fornece proteção efetiva contra picos transientes, porém são caros.

    ResponderExcluir
  17. talvez o amigo nunca tenh ouvido falar de ''FUZIVEL'' é tipo uma mini lampada de pisca-pisca que fica dentro no estabilizador e queima quando recebe um alto pico de energia e assim corta um lado da corrente evitando que a sobrecarga chegue ate a fonte de seu computador, ja a tv e outros equipamento possui este fuzivel dentro da fonte deles

    ResponderExcluir